Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Prefeitura de Formiga decreta situação de emergência em saúde por causa da infestação do Aedes aegypti

A Prefeitura de Formiga decretou situação de emergência em saúde nesta sexta-feira (3) em virtude da infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, chikungunya e zika vírus. O decreto foi publicado nesta sexta no site da Prefeitura.

Um grupo criado para intensificar o combate ao mosquito deverá colocar em ação o plano de contingência para enfrentamento da situação. Segundo a Prefeitura, o plano já está na terceira fase. Sendo necessário, o Executivo poderá contratar, pelo prazo de 180 dias, pessoal para atuar nas diversas frentes de trabalho.

De acordo com o setor de epidemiologia de Formiga, até o dia 20 de abril foram registrados 690 notificações prováveis de dengue, sendo que diversos casos foram confirmados através de resultado positivo de exame laboratorial. No último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) na segunda-feira (29), Formiga constava com uma incidência muito alta da doença.

A taxa de incidência da doença considera não apenas o número absoluto de casos prováveis (entre suspeitos e sob investigação), mas também a proporcionalidade dos casos em relação ao tamanho da população de um determinado município.

Verbas

Algumas prefeituras do Centro-Oeste de Minas receberam verbas para reforçar ações de controle ao Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Os repasses foram feitos através de dois decretos, sendo que o primeiro foi publicado no dia 2 de abril e o segundo no dia 27 de abril, da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG).

Formiga foi contemplada no decreto publicado no dia 27 de abril e receberá o valor de R$ 40 mil para reforçar as ações de controle ao Aedes.

Plano de Contingência

De acordo com a Prefeitura, o Plano Municipal de Contingência quanto às doenças transmitidas pelo Aedes tem objetivos como evitar óbitos, fortalecer a articulação entre as áreas e serviços envolvidos no enfrentamento da dengue, chikungunya e zika vírus, além da articulação intersetorial; promover assistência adequada ao paciente com acesso ao diagnóstico e manejo clínico adequado, por profissionais habilitados e capacitados; suprir os insumos estratégicos e equipamentos necessários e sistematizar as atividades de comunicação.

📻http://radiopositivaweb.com.br🎧

Você sabia que a Radio Positiva também está no Instagram e Facebook? Fique por dentro de noticias exclusivas!

👍Curta a página da Rádio Positiva ➡ bit.ly/2GX6kFO
Siga no Instagram ➡ http://bit.ly/2V9lVq2
App Positiva para iOS ➡ https://apple.co/2U9jU0r
App Positiva para Android ➡ http://bit.ly/androidpositiva
App Positiva para Windows 10 ➡http://bit.ly/2Uh9XK
 

Fonte/Reprodução

Deixe seu comentário: