Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Governo reserva área de 800 hectares em Sobradinho para parque da Disney

Os imponentes parques temáticos da Disney podem estar a caminho de Brasília. O GDF confirmou, na segunda-feira (4/2), que articula com empresários para que um empreendimento vinculado à gigante do entretenimento chegue à capital. Apesar de ainda se tratar de um estudo muito inicial, o governo já reservou até um espaço para a instalação do parque: 800 hectares em Sobradinho, onde se localizava o antigo Polo de Cinema e Vídeo Grande Otelo. O desejo de instalar um parque da Disney no DF é antigo. Há anos, a proposta é ventilada por investidores e divide opiniões da população, mas nunca saiu do papel. Para incentivar a chegada do parque, é provável que o governo ofereça investimentos em infraestrutura e melhorias no transporte público destinado ao espaço. A expectativa é de que, caso o projeto se concretize, Brasília receba grande número de turistas, graças à boa infraestrutura que oferece, principalmente aeroportuária. Com isso, poderia haver geração de empregos e aquecimento da economia local. Além do parque, seriam instalados restaurantes e hotéis nas proximidades do empreendimento. Na segunda-feira, houve uma reunião entre a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, e o secretário de projetos especiais, Everardo Gueiros, para tratar do assunto. Os detalhes não foram divulgados. Em outros países Além dos parques nos Estados Unidos, a Disney tem empreendimentos em outros países. Hong Kong e Xangai (China), Tóquio (Japão), e Paris (França) são exemplos de cidades que contam com a atração da empresa de diversão. Em todas essas cidades, o investimento deu certo. Os parques ostentam filas para entrada dos visitantes.

 

Baixe o o aplicativo da Rádio Positiva disponível para Android 5.0 ou Superior clique aqui para baixar.

Caso eu Smartphone tenha um Android inferior ao 5.0 clique aqui e salve o atalho na área de trabalho.

Gostou? Curta a Pagina da Rádio Positiva no Facebook  clicando aqui.

Fonte/Reprodução

Deixe seu comentário: